Em abril deste ano (2021) foram abertas as inscrições para o Sisu 2021, que é uma oportunidade para os estudantes que fizeram o Enem de concorrer a vagas destinadas a Universidade Pública do país.

O Sisu foi criado em 2009 como uma das políticas do Ministério da Educação (MEC) para a aceitação do ensino superior, segundo a qual as universidades públicas oferecem vagas para os alunos participantes do Enem. Duas seleções são feitas a cada ano: uma no início do primeiro semestre e uma vez no início do segundo semestre.

Para se classificar no Sisu é usado a nota do Enem.

Quem pode participar do Sisu?

Inscrições Sisu

Para se inscrever no Sisu 2021, é necessário ter feito o Enem 2020 e ter pontuação acima de zero na prova de composição.

Quem trata o Enem como um “treinamento”, ou seja, quem ainda não concluiu o ensino médio, não pode competir.

Como é feita a seleção do Sisu?

Os candidatos são selecionados com base na pontuação do Enem, no número de vagas de cada curso e no tipo de concurso.

Algumas instituições de ensino exigem pontuações médias e / ou mínimas em testes específicos do Enem para que os candidatos possam se inscrever em determinados cursos.

Por exemplo, um curso de medicina pode exigir uma pontuação média mínima igual ou superior a 560 pontos (soma de todas as pontuações obtidas na prova do Enem, dividida por 5), enquanto as ciências naturais exigem uma pontuação mínima de 400 pontos.

Além disso, as universidades podem atribuir notas diferentes às notas dos testes do Enem por exemplo, para um curso de física ou química, um curso de ciências naturais pode ter notas mais altas.

Desta forma, o nível do candidato pode variar de acordo com o curso que está se inscrevendo.

Enquanto durar o período de inscrições, o aluno pode se referir à sua classificação parcial, que é calculada com base na pontuação dos candidatos inscritos na mesma opção. Isso pode mudar com a aplicação de novos candidatos.

Por isso, os especialistas recomendam que os alunos entrem no site do Sisu várias vezes durante a janela de inscrição e testem diferentes situações (diferentes cursos de mais de uma instituição de ensino) de acordo com suas notas para imaginar as diversas possibilidades de ingresso na universidade a partir de suas notas.

Nota de corte Sisu 2021

Todos os dias, o MEC também publica marcas de corte no site do Sisu apenas a pontuação mais baixa da pontuação selecionada para um determinado curso no método de competição selecionado.

É calculado com base no número de vagas abertas e no número total de candidatos inscritos.

Portanto, o aluno pode visitar o sistema todos os dias para saber se uma disputa em determinado local ainda é viável, ou deve alterar a seleção do curso para aumentar a chance de ser selecionado.

Posso participar da lista de espera Sisu? Como funciona?

Inscrições Sisu

Para participar da lista de espera, os candidatos não podem ser selecionados para nenhuma das seleções de cursos. É importante lembrar que este não é um processo automático, os alunos precisam manifestar interesse em entrar na lista de espera.

A solicitação de candidatos para a universidade ocorreu em abril. Em relação à lista de espera, o MEC lembrou que a exigência de matrícula depende da própria instituição de ensino.

Portanto, é importante que o candidato entre em contato com a universidade que está na lista de espera.

Qual a diferença do Sisu entre o Fies?

O Sisu seleciona alunos que desejam estudar em instituições públicas de ensino superior. FIES é um programa do governo que visa democratizar as oportunidades de ensino superior em instituições privadas por meio da arrecadação de fundos.

Divide-se em diferentes modelos: taxa de juros zero para quem mais precisa e escala de financiamento varia de acordo com a renda familiar do solicitante.

O processo de seleção também pode ser feito online, usando as anotações do inimigo e precisa atender a alguns pré-requisitos, como comprovante de renda.

Qual a diferença do Sisu com o Prouni?

Tanto o Sisu quanto o Programa Universitário Nacional (Prouni) são programas governamentais que ajudam a aumentar o número de alunos no ensino superior.

Porém, embora o Sisu ofereça vagas no ensino superior público, o Prouni oferece bolsas de estudo para quem deseja cursar o ensino superior privado.

Com o Prouni, é possível obter bolsa parcial (50%) ou integral (100%) até o final do curso sem a necessidade de devolução de dinheiro ao governo após o término do curso. Esta opção também é gratuita e está disponível online.

Porém, embora o Sisu permita a participação de todos que participaram do Enem do ano anterior e não zeraram a redação, ainda é necessário participar do Prouni para comprovar renda e estudar em escola pública de ensino médio ou escola particular e receber um integral Bolsa de estudo.

Como usar a nota do Enem no Sisu?

A partir do momento em que o candidato faz login no Sisu, o sistema recupera automaticamente as pontuações que valem para a seleção no “Enem”. Portanto, não há necessidade de se preocupar em inserir essas informações no sistema.

Pronto, agora que você já sabe como funciona o Sisu quando fizer o Enem fique atento aos calendários de inscrição, pois pode ser mais uma chance de você conseguir uma oportunidade.